sábado, maio 02, 2009

Voltei as páginas...

Voltei algumas páginas do meu caderno, antes branco.
As palavras nele escritas, transformavam-se em imagens, figuras e filmes do tempo em que estavámos juntos.
Recordações dos nossos momentos abreviados, eternizados num livro a ser completado.

Nestas páginas pude rever situações vividas por nós. Doces dias... O meu melhor sorriso acaba de despontar em meus lábios, na lembrança da sua mão sobre a minha, do abraço enlaçado e dos perfumes misturados.

Voltei a página, e nas imagens que se formavam vi a cadeira, ou talvez o banco o qual sentamos juntos pela primeira vez, olhei para o lado daquela cena e recobrei também a lembrança de que àlguns metros dali um menino gordinho sorria para mim e ti, sem falar da menina amiga que cutucava a mãe compartilhando da nossa alegria.

Voltei as páginas... algumas haviam reticências, em outras..., frases completas transformadas em abraços, beijos e lagrimas de tristeza e alegria.

Voltei as páginas e recordei-me do nosso amor, de que você me amou, que nos amamos, e agora há amor-te; a morte; a-mor.

Virei a página, avancei as páginas, uma nova que esta para ser escrita. Ela não é apenas branca, ela não é apenas preta, ela nem tem cor definida, mas sei que seu preenchimento será em cores.

Virei a página....

12 Comenta aí po!:

Myllena disse...

Estou me lembrando de uma história que me foi contada no 996. Qualquer semelhança é mera coincidência ?
Sinal Vermelho. Um menino fazendo malabares, na mão não tinha laranja, não tinha limões. Eram palavras.
Está se superando.
Beijos

Anônimo disse...

Sou uma que virou a pagina e seguindo em frente como Deus quer....
Seguindo em frente a rumos que só Ele pode me REERGUER... cai mas estou de pé...
Virei a minha página!!! :)

Fabrício Sales disse...

A história Myllena é coincidência sim, já o menino fazendo malabares... rsrsrs

Bjs My...

Fabrício Sales disse...

Para o anônimo, diria o Renato Russo: "sempre em frente, não temos tempo a perder"

Abraços!!!

disse...

Meu Anjo, copiarei as palavras da MY, a cada dia vc se supera!! Amei esse jogo de palavras " e agora há amor-te; a morte; a-mor." Simplesmente fantásticoooooooo""""

Amo Vc!!! Bjks RE

Fabiano Barreto disse...

Uma vez mais cumprindo a rotina de negligenciar limites...

Parabéns!!!

Larissa disse...

O que dizer diante do que com perfeição foi dito? Direi que muitas páginas estão em brancas e hão de ser preenchida com cores, risos e memória.As páginas do meu caderno estão cheias,mas quando embranquecerem este é um bom sinal,pq assim como o seu caderno este anuncia uma nova história.
Um bj e mais uma vez parabéns pelas palavras ativas, de sua fabulosa mente.

Myllena disse...

Nada de novo. Tudo de novo ?!
Mostra mais.
Beijos

Fabrício Sales disse...

Olá amigos, andei realmente sumido nesses dias aqui no blog, andei meio "mal das pernas", mas estamos d volta.

Desculpe-me não ter respondido os comentários antes!

Fabrício Sales disse...

Fabiano, "rotina de negligenciar limites..."

Vc é ótimo meu querido. rsrs nem sei se sou digno do seu comentário!

Fabiano Barreto disse...

Dignississíssimo, vale dizer!!!

Fabrício Sales disse...

kkk, Então tá Fabiano!