quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Tudo é tudo e nada é nada!

O título acima é uma famosa frase do Síndico, que antes dela, possivelmente falaria para a sua platéia: __ Eu não vim aqui pra escrever pra vocês não, eu vim aqui pra escrever pra vocês e vim filosofar.
Bem... então hoje eu vou filosofar!
Fazemos parte de um planeta chamado Terra. Este faz parte do sistema solar, este que faz parte de uma galáxia, e esta que está dentro do universo. É cientificamente provado que dentro do nosso universo não existem apenas uma galáxia dotada de uma estrela como o sol. Existem pelo menos 50 bilhões de galáxias, cada qual, com bilhões de estrelas iguais ao nosso astro-rei. Consequentemente, é bem provável que exista bilhões de planetas como a terra e, o mais inquietante de tudo, é que o universo não está estático, pelo contrário, ele está em constante expansão. Isso nos mostra o tamanho de nossa insignificância em relação ao universo.
"Ah! Se o mundo inteiro me pudesse ouvir, tenho muito prá contar..."
Amanhã eu escrevo!

5 Comenta aí po!:

Guilherme ABACAXI disse...

E vamos que vamos ... Folosofando sempre.

Abraços do Mendigo.

Fabiano Barreto disse...

E tudo que se tem não representa tudo ou, tudo que se tem não representa nada!

Né não, amizade?

Larissa disse...

dizer que aprendi... Tim Maia.Ótima opção.bjks

Fabrício Sales disse...

Com certeza Fabiano! Afinal de contas o universo individual que somos um dia acaba! E o tudo que possuimos torna-se nada, ou melhor, não levaremos nada!

Fabrício Sales disse...

Gosto pacas do Tim Larissa. Valeu!