sábado, novembro 22, 2008

Não quero ser solitário!

Dia chuvoso, cefaléia e recordações da infância.
Estava pensando se realmente deveria postar esse "artigo", por acha-lo muito deprê, mas ao final das contas resolvi postá-lo.

O dia de sábado foi terrivel, chuva o dia todo, prova no dia seguinte, sem motivação pra estudar.

Recordei-me da minha infância. O senário? Restaurante La'Molle, na esquina da minha casa. A minha volta, naquele momento, um monte de adultos argüindo-me sobre minhas opiniões políticas, sociais, e o que eu entendia a respeito de amizade.
....
Todos eram amigos da saudosa tia, que sempre me levava para os seus bate papos nas mesas dos bares e restaurantes, além do fato dela ter sido uma das únicas pessoas que me compreenderam muito bem (acho que foram duas).
....
No fim dos meus infantis comentários, veio-me a pergunta crucial a qual é a principal das minhas reflexões hoje:
__ O que você quer ser quando crescer?
....
Minha resposta foi demorada, pois olhei para o lado de fora do restaurante, analisei as pessoas andando pela rua, a velocidade dos carros e então respondi: __ Eu nunca quero ser sólitário!
....
Todos ficaram atônitos com minha resposta, afinal de contas, uma criança de onze anos não pensaria em algo tão sério, era demasiadamente "maduro de mais" e um moleque não tem vivência o suficiente pra saber o que é ser solitário....
...
Acredito que esse é o maior medo de todos, viver soliraiamente recebendo a mácula de ser anti-social, além de sentir-se incompleto e inacabado.
Hoje eu estou solitário, na verdade eu sempre fui muito solitário, talvez por isso aquela minha resposta, mas houve um momento em que não estive! Acredito na frase "A partir de hoje eu você não anda mais sozinho!"
....
Eu sei, alguém irá me dizer assim que ler essas linhas: Po cara... mó depre... Fala sério, mas sabe de uma coisa, quem nunca viveu um momento assim?
...
E se hoje você me perguntar, o que você gostaria agora?

Eu respondo: __ Não quero ser solitário!

3 Comenta aí po!:

juliana disse...

Pelo contrário, não achei esse artigo depre..Acheio-o cheio de significado e importância. Afinal, quem gosta de ser solitário? Está ai uma forma de igualar o ser humano. Seja ele de qual for a tribo, a regiao, a personalidade, o biotipo.. Nenhum deles gostariam de ser Solitário!

Francisca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aimée. disse...

Também não quero.
Mas confesso que algumas vezes eu quero.
E muitas vezes me sinto como se estivesse