sexta-feira, fevereiro 05, 2010

* Casa no campo


Minha mais singela homenagem:

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rocks rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais
Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais
Eu quero carneiros e cabras pastando solenes
No meu jardim
Eu quero o silêncio das línguas cansadas
Eu quero a esperança de óculos
Meu filho de cuca legal
Eu quero plantar e colher com a mão
A pimenta e o sal
Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros
E nada mais
*Composição: Zé Rodrix e Tavito

4 Comenta aí po!:

Antonio Franciney disse...

Rapaz, tu andavas sumido, heim?
Essa é uma das minhas preferidas(na voz de Elis). Um casa no campo é o sonho que a minha alma alimenta e a obrigação nos impele a dizer não. Assim a gente vai escorregando pela vida, entre o sonho e o cartão de ponto da repartição.
Valeu, irmãozinho!

Myllena disse...

bem familiar ... se não tivesse parado de funcionar, meu celular ainda cantaria elis quando houvesse chamada sua.
beijos

Fabrício Sales disse...

Fala meu querido Franciney, realmente estava um pouco sumido, mas estou voltando aos poucos. Espero que esteja tudo bem com vc.
Quanto a música, faço das suas palavras as minhas...

Fabrício Sales disse...

Ah my... é engraçado, mas realmente essa música realmente tem a nossa cara. A homenagem é pra vcs!!!